CHTS quer “Promover o Envelhecimento Ativo” junto da população idosa

CHTS quer “Promover o Envelhecimento Ativo” junto da população idosa

Iniciativa consiste num programa de exercícios que visam o fortalecimento muscular, equilíbrio e flexibilidade.

COMPARTILHE
Fotografia: Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa

Um grupo de enfermeiras do Serviço de Ortopedia do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) visitou, esta segunda-feira, a Associação Emília Conceição Babo, em Amarante, para realizar a atividade inserida no projeto “Promover o Envelhecimento Ativo”, projeto dirigido à população idosa da área de influência do CHTS.

O projeto consiste num programa de exercícios integrados nas atividades da vida diária com uma componente de fortalecimento muscular, equilíbrio e flexibilidade.

Fotografia: Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa

As enfermeiras Carla Sousa, Joana Rocha e Paula Neto são as mentoras do projeto que, dizem, tem como “objetivo principal criar um impacto positivo na qualidade de vida das pessoas idosas e nos prestadores de cuidados”.

Cada sessão tem a duração de 60 minutos e os exercícios são ajustados ao grau de dependência dos idosos presentes na instituição visitada.

A próxima sessão será a 7 de agosto, na Associação de Desenvolvimento Integral de Lordelo, em Paredes, seguindo-se Penafiel e Marco de Canaveses.