Saulo Costa: “As festas são um ícone na zona norte”

Saulo Costa: “As festas são um ícone na zona norte”

Festa Grande do Concelho de Lousada

COMPARTILHE

Inicia esta quinta-feira a Festa Grande do Concelho de Lousada, em Honra do Senhor dos Aflitos, uma tradição secular e uma das maiores festividades da região. A banda local Alcatrão abre as hostilidades no primeiro dia das festividades que se prolongam até terça-feira, dia 30, com a atuação de Cláudia Martins e Minhotos Marotos. Pelo meio sobem ao palco Bárbara Bandeira (sexta-feira), Mickael Carreira (sábado) e GNR (domingo).
Como habitualmente a noite de segunda-feira está reservada para a Marcha Luminosa que atrai até às principais artérias da Vila milhares de pessoas.
Segundo o presidente da Comissão de Festas, Saulo Costa, esta festividade é já um ícone em toda a região, que além dos concertos, prima pela sua marcha alegórica e pelo fogo de artifício, que este ano promete voltar a deslumbrar os lousadenses e visitantes.
Já no campo religioso, a Festa Grande é conhecida pela grandiosidade da procissão em Honra do Senhor dos Aflitos, um evento ímpar e único na região que congrega milhares de fiéis e pessoas que vale pelo seu simbolismo e expressão.

 

Yes: Como é que classifica o cartaz da edição deste ano?
Saulo Costa: Considero um cartaz bastante diversificado, com alguns nomes sonantes na tentativa de agradar a todo o público em geral.

YN: Quais as expectativas em termos da adesão do público?
SC: Esperamos ter no recinto de festa no conjunto dos 6 dias aproximadamente 330 mil pessoas

YN: Sendo os espectáculos musicais sempre do agrado do público e uma das atividades que dentro da Festa Grande mobiliza maior número de pessoas, que expectativas tem relativamente ao número de esperadores que vão assistir aos concertos?
SC: Expectámos ser sempre na casa dos 30 mil espetadores.

YN: Na sua perspetiva, qual o concerto que poderá mobilizar mais público
SC: Não temos um cabeça de cartaz, pois todos eles são de boa qualidade.

YN: Com que critérios foi elaborado o cartaz. Considera que este é o melhor cartaz dos últimos anos?
SC: Este cartaz foi pensado de forma estratégica. Tendo em conta o nosso orçamento, achamos que é realmente bom. Quantos aos outros anos certamente as comissões deram o seu melhor.

YN: O fogo-de-artifício é também um elemento marcante destas festividades. Estão previstas alterações no que toca ao fogo-de-artifício ou o modelo proposto para este ano vai ser idêntico às das últimas edições?
SC: Temos algumas alterações realmente, este ano irá haver fogo de artificio em frente ao Bispo como em outros anos, e o fogo irá ter mais que um ponto, pelo menos segundo o que está projetado.

YN: No que toca às vacas de fogo. Qual a posição da Comissão das Festas neste tema?
SC: Infelizmente não haverá vacas de fogo e isto devido a uma imposição legal sendo que existe uma providência cautelar no Ministério Público com uma multa em que a quantia é bastante avultada.

YN: A Marcha Luminosa são igualmente uma atividade que concita muito público. Qual o tema deste ano?
SC: O tema deste ano é o ano da educação, teremos um total de 19 carros alegóricos em que o trajeto será o normal com cerca de 300 participantes.

YN: O itinerário da procissão em Honra do Senhor dos Aflitos irá manter-se? Qual o número estimado de pessoas que se prevê participe na procissão?
SC: O itinerário não será alterado nem fazia qualquer sentido o fazer. Quanto a figurantes prevemos ser na ordem dos 90.

YN: Considera que a Procissão é um dos momentos mais emblemáticos da Festa Grande e que envolve mais público e instituições?
SC: Sem sobra de qualquer duvida, pois esta festa é em honra do Senhor dos Aflitos e como tal é, primeiramente, religiosa.

YN: A Festa Grande está entre as mais relevantes do Vale do Sousa e da zona norte?
SC: A Festa Grande é um ícone na zona norte, são conhecidas de norte a sul do país, ainda por cima este ano fizemos bastante publicidade nesse âmbito.

YN: O que é que distingue esta das demais festas e romarias da região?
SC: A nossa identidade, o facto de sermos Lousadenses mostra aquilo de que somos feitos e o amor que temos pela nossa Festa e pela nossa terra.

YN: A atual Comissão de Festas conta com o apoio da autarquia? A Câmara de Lousada tem sido um parceiro nuclear na organização do evento?
SC: A comissão de festas deste ano conta com o mesmo apoio da autarquia que as comissões anteriores contaram.

YN: Qual o orçamento da Festa Grande?
SC: Temos com orçamento os 226.500 euros.

YN: Na sua opinião, a Festa Grande é um dos veículos promotores do comércio local, sendo igualmente um vetor de atração de pessoas e projecção de vila?
SC: Sem sombra de dúvida, pois há muita gente que vem a Lousada especificamente para assistir à festa e que noutras alturas não vêm.

YN: Em termos económicos, a comissão dispõe de algum estudo sobre o impacto da Festa Grande na restauração e no comércio?
SC: De momento não, mas num futuro presumo que isso irá existir.

YN: A Festa Grande é também sinónimo do regresso de muitos emigrantes que aproveitam esta altura do ano para estarem com as suas famílias. Vê a Festa Grande como um encontro de famílias?
SC: Sim. É muito bonito ver pessoas que normalmente só vejo nas redes sociais e vê-los com os seus familiares repletos de alegria e harmonia e para nós também uma satisfação.

YN: Existe algum plano de segurança estabelecido? Vai existir um reforço do policiamento?
SC: Sim. Isso é imposto e regra. O reforço não irá existir, irá apenas ser o policiamento normal, pois não somos arruaceiros, nem animais. Somos Lousadenses que amamos a nossa terra e uma boa festa. Temos a particularidade de receber bem o próximo. Por isso, convido todos a visitarem Lousada e a Festa Grande.

PROGRAMA

Quinta-feira, 25 de julho
15h00 – Cerimónia descida do Sr. dos Aflitos
21h30 – Concerto da Banda de Música de Lousada
23h30 – Concerto da banda Alcatrão

Sexta-feira, 26 de julho
08h00 – Alvorada
21h00 – Entrada do Grupo de Bombos Lousad’Arrufar
23h30 – Sessão de fogo de artifício
00h00 – Atuação de Bárbara Bandeira
02h00 – Animação na Praça da Juventude com DJs/MCs

Sábado, 27 de julho
08h30 – Alvorada
09h00 – Entrada do Grupo de Bombos e Gigantones “Os Amigos do Bairro”
10h30 – Concurso pecuário junto à Copagri
15h00 – Concentração de pasteleiras na Av. Sr. dos Aflitos
21h00 – Animação de rua com “Heart Beat”
23h30 – Sessão de fogo de artifício
00h00 – Atuação de Mickael Carreira
02h00 – Animação na Praça da Juventude com DJs/MCs

Domingo, 28 de julho
08h00 – Alvorada
09h00 – Entrada da Banda de Música de Lousada
11h30 – Missa Solene em Honra do Sr. dos Aflitos
14h00 – Entrada da Banda Sociedade Recreativa Alverquense
17h00 – Entrada da Fanfarra da UCR de Boim
18h30 – Majestosa Procissão em Honra do Sr. dos Aflitos
21h30 – Atuação das Bandas de Música
23h30 – Magnifíca Sessão de Fogo de artifício (piromusical)
01h00 – Atuação dos GNR
02h30 – Animação na Praça da Juventude com DJs/MCs

Segunda-feira, 29 de julho
08h00 – Alvorada
14h00 – Prova de Ciclismo
21h00 – Arruada do Grupo de Bombos
23h30 – “Vai Tudo Abaixo” – Sessão fogo de artifício “O terramoto”
00h00 – Marcha Luminosa
02h00 – Animação na Praça da Juventude com DJs/MCs

Terça-feira, 30 de julho
08h00 – Alvorada
22h00 – Atuação de Cláudia Martins e Minhotos Marotos
00h00 – Sessão de fogo de artifício