Grande remodelação para atacar a “Honra” no Caíde de Rei

Grande remodelação para atacar a “Honra” no Caíde de Rei

São muitos os reforços com experiência da Divisão de Honra, seis deles vindos do Vila Caíz

COMPARTILHE
André Santos e Tiago Cabral são dois dos atletas que renovaram e a defesa é o setor que sofreu menos alterações

Depois de conquistar a subida à Divisão de Honra da AFP, o Caíde de Rei encontra-se já a preparar a nova época que prevê uma remodelção profunda no grupo de trabalho. Tójó mereceu a confiança da direção e vai manter-se no comando técnico da equipa, contando com o adjunto Ivo Correia e Carlos Queirós (treinador de guarda-redes). O departamento técnico/médico foi ainda reforçado com o nutricionista Nuno Pereira que irá ser um importante auxílio para o desenvolvimento das capacidades físicas dos atletas, tendo também estabelecido uma parceria com a Prozis, marca líder europeia em nutrição desportiva e alimentação funcional.

Pimentel é um dos seis atletas que chegam do Vila Caíz e é a aposta de Tójó para a frente de ataque

Quanto a reestruturação do plantel são muitas as saídas já confirmadas, assim como as entradas: até ao momento o clube já assinou com 14 jogadores, seis dos quais chegam dos amarantinos do Vila Caíz que na temporada passada ascenderam à Divisão de Elite e desta forma a equipa reforça-se com atletas com experiência na Divisão de Honra.
Dos atletas que transitam da temporada passada, Tójó mostrou grande confiança no setor defensivo, pois a maioria dos que atuam nesta posição mantêm-se, como o caso do guarda-redes Tiago Cabral, os centrais André Santos e Diogo Neto, o defesa lateral Bessa e ainda o médio defensivo Freitas. A estes juntam-se ainda Nias, César e Fabinho.
Para o presidente Maciel, “o grande objetivo passa pela manutenção com tranquilidade, pois das outras vezes que lá chegámos descemos no ano seguinte. Já treinei nesta divisão e sei que as equipas são muito competitivas e preparam-se muito bem. Estamos a falar da divisão que antecede o topo das provas da AFP e há uma grande diferença competitiva para a 1.ª Divisão”.
Consciente das dificuldades inerentes à grande remodelação no plantel e às exigências de competir na Honra, o dirigente foi pragmático: “sabemos que as dificuldades monetárias vão ser muitas e por isso temos de trabalhar ainda mais. Mas, com as instalações que agora dispomos temos de adaptar a equipa de maneira a que cative os nossos associados e adeptos”.

Contratações:
Samuel (ex-juniores Vila Meã – ainda júnior); Nuno Sousa (ex-juniores Vila Meã – ainda júnior); Tiago Pica (ex-juniores Marco 09 – ainda júnior); Miguel Mendes (ex-Lixa); Rui Parreco (ex-Vila Caíz); Márcio Moreira (ex-Vila Caíz); João Queirós (ex-Vila Caíz); Paulinho (ex-Antime); Mário Couto (ex-Penafiel B); Manuel Luis Ozil (ex-Vila Meã); Nuno Pacheco (ex-AD Lousada B); Pedro Coelho (ex-Vila Caíz); Pimentel (ex-Vila Caíz) e Couto (ex-Vila Caíz).

Renovações:
Nias; Bessa; Freitas; César; André Santos; Diogo Neto; Tiago Cabral, Fabinho e Éder (?).