Famosa voz brasileira vai animar Nevogilde

Famosa voz brasileira vai animar Nevogilde

COMPARTILHE

As tão afamadas Festas em Honra da Nossa Senhora D’Ajuda estão de regresso à freguesia de Nevogilde e começam já amanhã, dia 26 de agosto, e prolongam-se até 29 de agosto. Uma festividade de raízes profundas e de tradições que, durante quatro dias, vai proporcionar um rico e diversificado programa, onde se destacam as manifestações religiosas e os concertos de Paula Fernandes, Atoa, 4Mens e Pedro Miguel, bem como a presença de Paulo Martinho, pioneiro do Freestyle em Portugal.

No dia 26 de agosto, pelas 22 horas, vai decorrer a atuação do grupo 4 Mens, seguindo-se, pelas 23:45, uma grandiosa sessão de fogo de artifício. A Praça Super Bock tem abertura marcada para a meia noite.

No dia seguinte, pelas 8 da manhã, dá-se a alvorada e de seguida o grupo de bombos “Os Traquinas” irá percorrer a freguesia. Da parte da noite, pelas 22 horas, o cantor Pedro Miguel sobe ao palco. De seguida, pelas 23:45 horas, terá início uma grandiosa sessão de fogo de artifício, que precede a atuação da cantora Paula Fernandes.

No domingo, dia 28 de agosto, pelas 8 horas, dá-se a alvorada e uma hora depois entram as bandas de música de Lousada e Vila Boa de Quires. Pelas 11 horas, vai decorrer a Missa Campal. Da parte da tarde, pelas 15 horas, dá-se a entrada da Fanfarra de Boim, que precede a Majestosa Procissão, pelas 18 horas. Pelas 21 horas, voltam a subir ao palco a Banda de Música de Lousada e a de Vila Boa de Quires. A atuação do grupo “Atoa” está marcada para a meia noite, mas antes realiza-se uma grandiosa sessão de fogo de artifício. As festividades encerram pela 1 da manhã com uma sessão de fogo preso.

No dia 29 de agosto, segunda-feira, está marcado para as 16 horas um espetáculo de Freestyle com Paulo Martinho, seguindo-se uma sardinhada, pelas 17.30 horas. A Fanfarra de Boim e grupos de bombos iniciam as suas atuações pelas 21 horas. A grandiosa sessão de fogo de artifício está marcada para as 23:30 horas e a Marcha Alegórica para a meia noite.

Por: Elisabete Leal