Paint Party, uma festa diferente

Paint Party, uma festa diferente

COMPARTILHE

Filipe Silva e Sergio Machado organizam eventos há 6 anos, Eventos como o She Reveillon, Festival da Juventude de Lousada, The fucking fridays, Enter Reveillon, Park Festival Paços, Citânia Summer Fest e Lousada Paint Party fazem parte do seu currículo.

O Yes Lousada esteve à conversa com Sérgio Machado para conhecer melhor o trabalho desta dupla.

Yes Lousada: Como surgiu a ideia da Lousada Paint Party? Há quanto tempo se realiza?

Sérgio Machado: A ideia surgiu em 2013, quando chegou a Portugal a Color Run. Decidimos juntar a ideia do pó colorido com a música e fizemos um festival de música e pó colorido. Juntamos ainda a vertente de tinta líquida, sendo assim o único evento em Portugal a trabalhar com pó colorido e tinta líquida.

YL: Como evoluiu o evento ao longo dos anos?

SM: Temos notado que, de ano para ano, a adesão tem aumentado, e temos cada vez mais pessoas de fora do concelho de Lousada. Claro que a maior afluência é das gentes de Lousada. Há uma tendência natural para, além da muita juventude presente na Lousada Paint Party, termos também um público com idades superiores, famílias com filhos e netos. É uma festa alegre e para todas as idades.

YL: Como vai ser a edição deste ano?

SM: Para este ano estamos a preparar algumas novidades. Temos a certeza de que todos vão gostar. A nível de cartaz, teremos como cabeça de cartaz um dos melhores djs nacionais, Diego Miranda; na vertente Hip Hop, teremos o já conhecido Mundo Segundo; temos mais uma vez a artista Blaya dos Buraka Som Sistema, com um workshop de dança; o internacional Alexander Head na vertente drum n’ Bass, e como sempre teremos também os artistas da terra, djs e a escola de dança School Dance.

YL: Quais são os principais objetivos para esta edição?

SM: O principal objetivo é proporcionar a todos os lousadenses e concelhos vizinhos um dia de festa, que todos se divirtam e entrem no espírito da cor, alegria e música. E que quem venha de fora de Lousada possa aproveitar para conhecer um pouco da nossa vila e do que por cá se faz.

YL: Além deste evento, organizam outras iniciativas. Quais?

SM: Tal como já foi dito, organizamos uma passagem de ano há 6 anos. Tem sido referência no Norte do país, atrai milhares de pessoas de Lousada e de fora de Lousada. Posso também referir o Citânia Summer Fest, entre outras.

YL: Qual a razão de apostar no concelho de Lousada?

SM: Somos de Lousada, sentimo-nos bem a realizar e produzir eventos na nossa terra. É a nossa zona de conforto. Além disso, Lousada é o concelho mais jovem da Europa e são precisas mais iniciativas para fixar os nossos jovens cá na terra.